Arquivos Mensais: Março 2017

Palavras que rimam

Da minha mão saem palavras enamoradas: umas cruzam-se num eterno cumprimento, outras conversam com arremetimento, mas sempre amantes e muito educadas. Gosto delas quando se tratam com carinho, como se tivessem de tocar nos narizes, de uma e outra, para … Continuar a ler

Publicado em Poesias | Deixe o seu comentário

O azul do céu e as nuvens

Uma criança do campo que desprezava as nuvens costumava dizer ao seu pai: “ Se ao menos elas nunca mais pudessem cobrir o belo céu azul.” O pai respondia-lhe: “Minha pobre criança! Para que te serve o belo céu azul? São … Continuar a ler

Publicado em Blogue | Deixe o seu comentário

Olvidar o desejo

Esqueceu-se de mim o amor! aquele que une almas afins… Da doçura de um afago, nem sabor nem a visão do cupido e querubins. Dizem que a todos cabe o par de quem trilha a dois em sintonia. Mas, estou … Continuar a ler

Publicado em Poesias | Deixe o seu comentário

Butão – o reino da felicidade

Imagem: Reis do Butão Poucos conhecem onde fica o Butão. Eu nunca tinha ouvido falar neste reino, não fosse uma notícia de que seria um dos países com maior índice de pessoas felizes. O Butão fica no continente asiático, junto aos … Continuar a ler

Publicado em Blogue | Deixe o seu comentário

Pai, o protetor

Se a mãe é quem nos acolhe no regaço e nos dá a vida, o pai é o “braço firme”, “o leme” que conduz a família e a protege das intempéries que, de quando a quando, assolam o lar. Ambos os pais … Continuar a ler

Publicado em Blogue | Deixe o seu comentário

Canto de guerra

Possante, valente e audaz seguro nas mãos a espada do infeliz destino perfeito hino de devoção ao meu povo Quem sou, quem sou? Sou Rei! Inunda-me a raiva do fogo e a ambição fustigada invade-me as veias da discórdia sob o … Continuar a ler

Publicado em Poesias | Deixe o seu comentário

Oferecer a outra face (ou as palavras que nunca te direi)

No amor, só existe uma linguagem: Dar, sem desejar nada em troca. Se me agrides com a indiferença Eu acarinho-te com coragem Se me olhas com desdém Eu olho-te com admiração E se me desejas a queda Eu imagino-te com … Continuar a ler

Publicado em Poesias | Deixe o seu comentário

No mercado

Se as frutas e legumes pudessem cantar no mercado do bolhão ouviríamos Verdi e Puccini a ecoar em cada recanto. Cores apetecíveis misturam-se, para nosso deleite, com o cheiro do peixe na saliva do mar acabado de pescar. A perfeição … Continuar a ler

Publicado em Poesias | Deixe o seu comentário

Quando Deus decidiu criar-me

Quando Deus decidiu criar-me a palete celestial perdera o colorido: sem tintas brilhantes para pintar-me usou aguarelas de tom esbatido. Os pincéis, já corroídos pela idade traçaram o esboço em suave matiz de um corpo sem venustidade mas perfeito para … Continuar a ler

Publicado em Poesias | Deixe o seu comentário

Filosofia para crianças

Raramente filosofamos em família. Raramente temos tempo para nos sentarmos com os filhos simplesmente a conversar sobre o Mundo, a Vida, Deus… Raramente somos só ouvintes das nossas crianças, ou promovemos momentos de pura reflexão em conjunto. Se levarmos o … Continuar a ler

Publicado em Blogue | Deixe o seu comentário