Canto de guerra

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Possante, valente e audaz
seguro nas mãos a espada
do infeliz destino
perfeito hino
de devoção ao meu povo
Quem sou, quem sou?
Sou Rei!
Inunda-me a raiva do fogo
e a ambição fustigada
invade-me as veias da discórdia
sob o sangue da vitória
seguro a espada
Quem sou, quem sou?
Sou Rei!
Indiferente é o meu salmo
só os mouros importam
se cabeças rolam pelo chão
na peleja não há opção:
ou se mata ou morre!
Quem sou, quem sou?
Sou Rei!
Ajoelham-se os que salvo
Gemem os outros de dor
Califás Almançor
Eis o vosso senhor
Mais fraco que um objeto.
Quem sou, quem sou?
Sou Rei!
Na mão da espada
o punho dormente
esconde o terrível segredo:
súbdito do medo
rasgo o nome para o degredo.
Quem sou, quem sou?
Ninguém!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *