Palavras que rimam

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Da minha mão saem palavras enamoradas:
umas cruzam-se num eterno cumprimento,
outras conversam com arremetimento,
mas sempre amantes e muito educadas.

Gosto delas quando se tratam com carinho,
como se tivessem de tocar nos narizes,
de uma e outra, para serem felizes
e, se não se beijam, fazem beicinho.

Mas há dias, em que persistem na desarmonia,
como se tivessem nascido de costas voltadas.
Nesses dias, ficam de mãos-atadas
ao meu pensamento, alegre, triste, que contagia.

As minhas palavras, sem rima, não sobrevivem.
Abraçadas assim, é que elas se sentem bem!
E é nessa simbiose perfeita que advêm,
enunciados sensatos, sempre que convivem!

Esta entrada foi publicada em Poesias. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *