Amanhecer no campo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Silêncio. O céu ilumina devagar
sob os montes adormecidos.
Fingem-se quietos, esquecidos,
enquanto o Sol os beija ao despertar.

Corre no tempo suave brisa
que, aos poucos, faz desvanecer
as estrelas que cobriram o anoitecer
cuja luz e fulgor agora se ameniza.

Um canto interrompe, sem pressa:
o galináceo, tenor da serra,
rei das manhãs que cobrem a terra,
anuncia eufórico, o dia começa!

Chilreiam os pássaros em sintonia
com as flores que se abrem à claridade.
Tudo se mexe e remexe na herdade!
É o amanhecer da vida em eufonia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *