Arquivos Mensais: Julho 2017

Olhos do mar

São conchas pálidas, os meus olhos deitados sob o horizonte do céu azul, dormente, de verão. Não sei se é de manhã, ou de tarde, se agora cheguei ou estou de saída. São búzios falantes, os meus olhos: ouvem vozes … Continuar a ler

Publicado em Poesias | Deixe o seu comentário

Lágrimas

No centro do peito onde despontam as ilusões e a alma guarda o sofrimento, eis o momento em que a tristeza perde as amarras do bom senso e projeta-se à boleia de milhares de fios carmim, que conduzem a vida. … Continuar a ler

Publicado em Poesias | Deixe o seu comentário

Carta de um condenado

Vou ser rápido, para que não percam tempo a ler o emaranhado de pensamentos, que ocupam a minha mente, neste jogo de xadrez. Sou culpado. Mereço as penas que o divino preparou para mim. Não vou por isso pedir desculpas, … Continuar a ler

Publicado em Blogue | Deixe o seu comentário