Arte, Deus e o Amor

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

O som dos violinos principiam os primeiros acordes, e o meu corpo de bailarina entrega-se, como uma folha que flutua no vento, ou uma pena que regista o sentimento de intimidade com o universo.

A música transporta, na leveza dos meus braços, o amor que inspirou o compositor e a emoção que me leva a dançar. Os pés levitam, saltam, redopiam, como uma borboleta, por entre as flores da primavera de Vivaldi, ou sob as montanhas de Edvard Grieg.

Um dia desejei ser bailarina. Pensava que a arte se resumia a isso: dançar. Sentia, em cada dança, a expressão do meu agradecimento a Deus.
Mas a arte é muito mais que música, dança, teatro, pintura, escrita, poesia…

A arte é tudo o que harmoniza a alma, que nos induz a um estado de espírito que nos eleva moralmente e nos permite sentir uma das leis do universo: o Amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *