Arquivos Mensais: Setembro 2017

Um sentido

Ontem, contaram-me que a corrente do rio só tem um sentido: se sobe, não desce se desce, não sobe. Por onde passa só tem um desvio: o acaso inevitável do obstáculo! Ontem, contaram-me que na beira do mar um homem … Continuar a ler

Publicado em Poesias | Deixe o seu comentário